Campanha Anti-Plágio

Pamela Chris

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Componentes do Infinito - A Estrela do Amanhã - Fábio Paulo

Boa tarde!
Bem, felizmente mais uma resenha. Infelizmente não uma positiva :(
Esse é um livro que recebi de book tour e que eu até havia me esquecido que participava. Na época eu li o prólogo do livro e me interessei bastante, porém não foi a mesma coisa com o resto da história.


"Componentes do infinito – A estrela do amanhã é o primeiro tomo de um projeto constituído por três tomos onde os leitores conhecerão uma nova mitologia com personagens e características marcantes. Uma empolgante aventura de ficção cheia de ação e mistérios, onde uma civilização religiosa denominada Povos Quentes, oprimida no interior do planeta Terra, em um recinto conhecido como Terras de Dentro se aliou a descobridores alienígenas. Essa união provocou uma destruição em escala global e os homens foram escravizados. Durante a ocupação caótica, um jovem com um estranho símbolo no rosto e de origem misteriosa chamado Reison iniciou uma jornada mortal nos países europeus em busca dos invasores alienígenas manifestando poderes excepcionais. Em sua incursão tortuosa encontrou a garota Tai Lay, perita em lutas. Obstinada ela acreditou em Reison e viu nos poderes dele a chance para tomarem de volta o seu lar. Em meio à luta dos humanos pela sobrevivência, os Povos Quentes buscavam se adaptar a uma nova vida na superfície, longe das mazelas sofridas nas Terras de Dentro, enquanto seus ambiciosos aliados alienígenas lutavam entre si pelo controle das riquezas minerais desse planeta. Nos Estados Unidos os últimos sobreviventes lutavam pela liberdade e os irmãos de criação Alice e Tom Cod desafiaram os invasores sendo amparados pelo renegado dos Povos Quentes, Muah. Posteriormente os três se juntaram a Reison e Tai Lay nessa aventura emocionante contra a horda de invasores alienígenas."

Nota: 2

No início houve uma disputa entre o Representante do Homem e o Representante do Fogo para saber quem viveria sobre a face da Terra. Por conta da interferência do elemento sobrenatural maligno, o Representante do Homem venceu a disputa o outro foi sucumbiu para debaixo da Terra, onde os Povos Quentes passaram a habitar.
Esse Representante do fogo deixou três Hinos Proféticos para o seu povo, onde dizia, segundo a atual rainha dos Povos Quentes, que um dia eles voltariam para a superfície. Então quando surgiram alienígenas pedindo pelo mineral da Terra, a rainha enfim conheceu a “ajuda do alto” que castigaria os homens e os levaria para a superfície.
Nossa história então inicia com o apocalipse sobre a terra, onde pelo menos 1/3 da população é dizimada e o resto escravizado.
Anos se passam e próximo ao rio Nilo duas senhoras de uma comunidade encontram uma criança dentro de um meteoro. Elas o chamam de Reison, um rapaz com um estranho símbolo no rosto e que vira alvo de zombarias por conta disso. Depois que sua vila é destruída por um Batedor dos alienígenas ele decide lutar contra a ocupação e matar o General Teyro, líder de toda aquela destruição. Durante sua jornada descobre que tem poderes incríveis e encontra Tai Lay, uma jovem boa de briga e que meche com seus sentimentos.
Em paralelo vemos os irmãoCod, criados para sentirem ódio de Teyro e lutares contra a ocupação; e Muah, um Quente rejeitado pelos seus por poder suprimir o fogo ao invés de manifestá-lo. Juntos eles vão destruindo as máquinas dos inimigos e procurando por mais rebeldes sobreviventes.
O livro é mistérios nos levando a questionar desde o verdadeiro significado dos Hinos Proféticos até a origem de Reison. Assim como tem bastante ação (como eu aposto que os rapazes vão adorar). Porém sinto em dizer que as qualidades acabam aí para mim.
A narrativa do autor não me agradou, muitas frases ou termos achei desnecessários. Assim como também a colocação dos pensamentos dos personagens na história, ora trazendo confusão ora deixando em redundância. Talvez se esses pensamentos fossem inseridos dentro da narrativa ao invés de serem deixados separados teria sido estilisticamente melhor.
Algumas coisas também se tornam repetitivas e não claras. Como os vinte anos que se passam, algumas situações nesse período são repetidos no livro, o que eu achei desnecessário. Outras não claras são os triângulos amorosos. Eles simplesmente não convencem, quase como se fossem jogados na história apenas para criar algo a mais.
Agora um comentário que não tem nada a ver com o autor: os erros de português. Uma pena que a editora não tenha tido a preocupação em fazer a devida correção ou até mesmo cuidado melhor do livro que ela própria publicou. Se é uma editora tradicional, deveria fazer o melhor pelo seu próprio produto, certo? Realmente uma pena [sim, também foi um desabafo.].
Situações inesperadas foram um bom ponto algo, assim como o final da história. Isso levanta a curiosidade para os outros dois Tomos, até mesmo para mim. Porém a narrativa me foi desagradável e lenta, não sei se pegaria os outros livros. Mas acredito que aqueles que se identificarem com a história, que gostarem do estilo do autor, vão adorar o desenrolar desse mundo apocalíptico.

Bjs
Pamela Chris

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Outros livros:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...